segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Escolhas 11

Cena I

Na casa de Euge...

(Euge) Nico, desculpa eu não to pronta ainda, mas também, nem são sete e meia ainda...
Euge se assusta... (Euge) O que faz aqui?
(Benja) Eu voltei amor, ficou com saudades? Por que eu pergunto se sei que ficou.
Benja beija Euge.
(Euge) Para! Sério, você vai embora, não me avisa e pensa que quando voltar as coisas vão estar como antes? Pensou que eu ia ficar sentada, me deprimindo e imaginando quando o cara “perfeito” ia voltar, e que quando você voltasse eu ia correr, te abraçar e dizer o quanto senti sua falta, qual é? Pensou mesmo que isso ia acontecer?
(Benja) Euge, olha pra mim amor, eu não sabia que ia embora, e também não posso dizer porque eu fui, quero que você me entenda, e além do mais agora eu to aqui, e podemos viver todo o tempo que foi perdido.
(Euge) Acontece, que como eu disse, as coisas mudaram, eu mudei, meu status mudou, e mudou de novo, eu tenho namorado, e eu amo ele.
(Benja) Você só pensa isso porque passou muito tempo longe de mim, mas agora eu to aqui, e sei que você ainda sente algo por mim.
(Euge) Pois eu não gosto, e vai embora que eu preciso terminar de me arrumar.
(Benja) Pra onde vai, assim?
(Euge) Não te devo satisfações, e só pra constar, vou na casa do meu namorado.
(Benja) Só disse isso pra mim sentir ciúme, e não funcionou.
(Euge) Convencido, não, não é nada disso, só te disse pra você cair na real e se mandar.
(Benja) Tá bom branquinha, mas te aviso, eu vou vir te ver.
Benja sai pela janela.
(Euge) To vendo que vou ter que voltar a trancar as janelas.

Cena II

Em frente a casa de Euge...
Nico estaciona seu carro...
(Nico) Caramba, o que aquele cara ta fazendo correndo pra fora da casa da Euge, ele não tava na casa da Euge... tava? Acho que não, e eu to falando sozinho. Tenho que parar com isso, é estranho.
Nico chega na porta de Euge.
(Nico) Loira! Cheguei. Posso entrar?
(Euge) Claro que sim. Espera na sala.

Algum tempo depois...
(Euge) Cheguei.
Nico vira e olha para Euge.
(Nico) Uau! Você ta muito linda amor.
(Euge) Você também.
Os dois se beijam.
(Nico) Vamos agora?
(Euge) Claro.

Horas depois...
De volta a casa de Euge...
(Euge) Nico, será que seus pais gostaram de mim.
(Nico) Claro que sim, eles te amaram, mas...
(Euge) Mas o que?
(Nico) Mas não mais que eu, vem ca amor.
Nico puxa Euge e à beija.
(Euge) Ai seu bobo! Agora vou entrar, até amanhã.
(Nico) Até amanhã.
Euge já ia entrando quando Nico diz:
(Nico) Não mereço um beijo de boa noite?
(Euge) Claro que merece.
Os dois se beijam.
(Euge) Agora é serio, preciso entrar e dormir. Até amanhã.

Cena III

Na casa de Lali...
(Lali, pensando) Que roupa eu uso amanhã? Ah, vou usar o que serve pra tudo, calça e camiseta... ou eu uso um lindo vestido? Ai preciso de ajuda... vou ligar pra Euge... Mas e se ela ainda estiver na casa do Nico? Ah, faço isso amanhã, vou ver um filme e dormir.

Na casa de Peter...
(Peter, pensando) Vou dormir, que amanhã vai ser um lindo dia longo, preciso do meu sono de beleza... que mané sono de beleza o que, vou ouvir musica e olhar o perfil da Lali que eu ganho mais.
Na casa de Pablo...

(Pablo) Y em cada esquina de mi alma te pierdo... Ai que difícil é compor canções... Parece tão fácil na TV... vou... vou dormir que quem sabe amanhã eu esteja mais inspirado.

CONTINUA

Nenhum comentário:

Postar um comentário