terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Escolhas 13

Capitulo 13

No capitulo anterior...

(Lali) Por favor, para de me fazer te querer...
(Peter) Você não para de fazer isso comigo, eu sei como é, pensar em uma pessoa o dia todo, e depois, a noite, sonhar com ela, sonhar que você a tem... sei, porque penso em você, sonho com você.
(Lali) Hoje... o sonho pode ser real. Eu deixo.
(Peter) Não sabe como eu esperei por isso.
Peter à beija.

No capitulo de hoje...

Cena I

(Peter) Te amo.
Os dois seguem se beijando, até que Lali se afasta...
(Lali) To com fome.
(Peter) Putz, nem vimos a hora passar, vamos comer, que o cinema nos espera.
(Lali) Ok, se vira que eu vou sair, e me trocar, só vira de novo quando eu disser!
(Peter) Ok, vou dar uns mergulhos enquanto isso...
(Lali) Ta, vai.
Peter mergulha, e por baixo d’água observa Lali. Após algum tempo observando ela, Peter decide disfarçar e segue nadando.
(Lali) Peter pode vir.
Peter não a escuta por motivos óbvios.
(Lali, grita) PETER! (fala) vou cutucar ele.
Ela pega um pedaço grande de madeira, e joga na água, Peter rapidamente sobe o corpo.
(Lali) Pode vir agora.
(Peter) Foi você que jogou isso?
(Lali) Claro, você não me escutava...
(Peter) To saindo, e vc não precisa virar não, eu não me importo, já que um dia vamos casar, e também vamos ter um filho e você vai ver...
(Lali, interrompendo-o) Ta bom, já entendi! E eu não teria tanta certeza disso, já que amanhã...
(Peter, saindo d’água)Eu sei, vai sair com o Pablo, etc etc, mas eu sei que você vai me amar...
Peter puxa Lali e a-beija.
(Lali) Você me molhou.
(Peter) Isso é o de menos agora.
Os dois se beijam. Lali se afasta.
(Lali) E o cinema?
(Peter) É verdade, vamos comer, vai ali no carro e pega uma cesta que está no banco de trás, eu vou me vestir.
(Lali) Tá.

Cena II

Na casa de Euge... Ela conversa com sua mãe...
(Euge) Ai que bom, to louca pra ver o papai de novo!
(Branca) Eu imagino filha, ele chega quarta-feira e vamos jantar na casa da Julia.
(Euge) Legal, mas... ela não estava viajando?
(Branca) Sim, mas volta na terça.
(Euge) Ah, Lali ainda não sabe disso, mais tarde vou na casa dela, e conto.
(Branca) É, Julia disse que não falou com ela ainda, mas disse que não tem problema comentar com ela.
(Euge) Então tá bem, mãe, posso trazer o Nico, meu namorado aqui sábado que vem  pra conhecer você e o papai?
(Branca) Sábado não dá, tenho que ir no desfile da Julia.
(Euge) Caramba mãe! Quando não é show é algo com a Julia.
(Branca) Desculpa filha, mas você sabe que somos melhores amigas, e além do más, você pode trazer o Nicolas aqui na Quinta, vou adorar conhecê-lo!
(Euge) Ta bom mamãe, vou dar uma olhadinha no que ta rolando na internet.
(Branca) Ah, filha, não se esqueça que hoje ainda têm aula de dança.
(Euge, indo para seu quarto) E como esqueceria? É uma das poucas coisas que animam meu fim de semana ultimamente...

Cena III

Na cachoeira...
Lali chega com a cesta...
(Lali) Pronto, aqui.
(Peter) Bora comer!
Eles sentam e começam a comer e conversar.
(Peter) Quer saber mais de mim agora? Pode perguntar o que quiser.
(Lali) Você morava onde?
(Peter) Eu nasci aqui, mas há alguns anos estava morando na Espanha, você sempre viveu aqui? É que nunca tinha te visto no colégio...
(Lali) Ah, sempre, mas também sempre tinha que viajar por causa da carreira da minha mãe e não ia ao colégio, tinha professores particulares.
(Peter) O que sua mãe faz?
(Lali) Ela é estilista, sabe a “Julia Espósito”? Minha mãe.
(Peter) Ah sim, minha mãe tem muitos vestidos da sua, cara, nunca tinha relacionado seu sobrenome com o dela, verdade.
risos
(Lali, rindo) Isso acontece com freqüência.
(Peter) E você não se sentia mal por estar sempre viajando?
(Lali) Não, porque sabia que era o jeito que minha mãe tinha de ficar sempre junto comigo, eu e ela, e outra que a Euge quase sempre ia junto, então sempre tinha minha melhor amiga por perto.
(Peter) Ah sim, e por que a família dela ia junto?
(Lali) Por que tantos por quês?
(Peter) Gosto de por quês!
(Lali) Eu nem tanto. Mas vou te responder, é porque a mãe dela é cantora e melhor amiga da minha mãe, e sempre viajávamos juntas, quando era por serviço da minha mãe elas iam junto, e da mãe dela nó íamos junto, só nossos pais que não iam, porque tinham o trabalho deles. Agora eu e Euge ficamos aqui, porque já estamos grandes e nossas mães também já não viajam tanto. O problema é que não posso fazer quase nada, já que minha mãe se preocupa demais comigo...
(Peter) Isso é ótimo, sabe, que ela se preocupe, de um tempo pra cá, meus pais trabalham tanto que nem prestam atenção em mim, tanto que fui morar na Espanha porque meu pai achava que eu e meu irmão dávamos muito trabalho à ele.
(Lali) Você tem irmão? Não sabia.
(Peter) Sim, ele ainda está na Espanha, volta esse ano ainda.
(Lali) Eu não tenho irmãos, mas tenho a Euge que pra mim é mais que amiga, é uma super irmã!
(Peter) Imagino! Espero que eu também seja mais que amigo, mas não um super irmão...
Peter à beija. (Sim, outra vez)
CONTINUA

Nenhum comentário:

Postar um comentário